domingo, 2 de agosto de 2015

Parabéns minha doce Valentina !



Hoje é um dia especial, dia da minha Fofa ! Passou tão rápido, mas me lembro de todos os detalhes como se fosse hoje. Minha pequenina nasceu numa manhã tão fria, hoje o dia foi quente, tudo muda, o tempo, as pessoas, a vida... mas o amor só aumenta pela minha princesinha.
Que Deus  abençoe teus caminhos e que você faça a diferença na vida dos que estiverem próximos de ti. Que você seja um farol onde houver a escuridão  e alegria onde houver tristeza.
Que Deus realize seus sonhos e esteja com você todos os dias.
Te amo, te amo, te amo !!
Bjos,
         Vó Luciana.


domingo, 26 de julho de 2015

Dia dos avós.


Feliz dia dos avós !! 
Só quem teve o gostinho de conviver com seus avós sabe o quanto a vida pode ser muito mais doce. Sinto falta dos meus, sinto falta da presença, do abraço, dos beijos, das histórias... guardo em meu coração lembranças tão boas ao lado deles. Sou feliz por ter sido neta.
Feliz dia, a todos que assim como eu tem a bênção de ser chamado de vó (vô). Sou feliz por receber um abraços, beijos gostosos e tantas demonstrações de carinho da minha pequena, sou feliz por participar do seu mundinho e aprender a cada dia com ela.

"Ninguém faz pelos netos, o que fazem os avós: eles salpicam um espécie de pó de estrelas sobre suas vidas." (Alex Haley)

terça-feira, 30 de junho de 2015

Physalis, Fisalis ou Tomate Capote.

 Ganhei duas mudinhas da amiga Eronita. Seus frutos não cresceram muito, mas deu para aproveitar nas saladinhas. Seu sabor é adocicado, é bem gostosinho.

Para conhecer mais um pouquinho:
Physalis angulata, e é mais uma das tantas plantas úteis que crescem em nosso país. Pertence à família das solanáceas, da qual fazem parte também o tomateiro, a batateira, a berinjela, o pimentão, as pimentas e outras. Já abordei o assunto nesta coluna, na edição de 21 de maio de 1997.
A planta é um arbusto que pode atingir até 2 m de altura, parecido com o juá. Inicia a produção 4 a 5 meses após o plantio e pode produzir por um período de até 6 meses, quando tutorada e bem cuidada.


O fruto é semelhante a um pequeno tomate, bonito, delicado e de sabor único, levemente ácido e adocicado, que não tem comparação com outra fruta. Sua cor vai do amarelado até um forte alaranjado. O fruto mede 1 a 2 cm de diâmetro, pesa 3 a 5 gramas e é protegido por delicadas folhas secas, que uns chamam de capote (cálice concrescido, que envolve o frutinho). Cada planta pode produzir 2 a 4 kg de frutos e num hectare cabem 6.000 plantas.
Parece fruta exótica, mas não é. É brasileira pura, nativa de uma enorme área que vai desde a região sudeste até a Amazônia, passando pelo Nordeste.
São conhecidas 5 variedades. Tem vários nomes populares, dependendo da região. Na Amazônia, os índios a denominam de camapu. Na Bahia recebe os nomes de juá-de-capote, bucho-de-rã e outros. Na Europa e Estados Unidos, é conhecida como physalis.
Solo e clima – Não é exigente em solos, mas como toda solanácea cresce melhor em solos bem drenados, férteis e bem preparados. Muitas pessoas cultivam-na na horta ou no quintal. Produz em todo o Brasil, mas não tolera geadas. A Colômbia é o maior produtor mundial e exporta para os Estados Unidos e Europa a até U$ 16,00 o quilo. Os mercados das grandes capitais começam a oferecer a fruta, que chega a custar até R$ 80,00 o quilo.
Valor medicinal – O fisalis é rico em vitaminas A e C, fósforo, ferro, além de flavonóides, alcalóides e fitoesteróides, alguns recém-descobertos pela ciência. Os índios utilizam a raiz, as folhas e os frutos para o controle da hepatite e da malária. Tem ação fortificante, purifica o sangue e ajuda no tratamento do câncer de próstata, colesterol elevado e diabetes.


Culinária – Na culinária é muito apreciada pelos grandes chefs e gourmets da cozinha internacional na forma de doces, sorvetes, geléias, compotas, no fondue de chocolate, licor e como tira-gosto na degustação de vinhos. Uma delícia é a fruta coberta de chocolate. Não se conhecem restrições ao seu consumo, mesmo por crianças, mas como qualquer outra fruta, não se deve exagerar.

terça-feira, 23 de junho de 2015

♥Coisas boas da (minha) vida #4

O grupo AMAPOA continua firme e forte e com mais amigas participando. Esse ano já conseguimos fazer muitas roupinhas para doação tanto para bebês como para os idosos.



Tem sido uma grande bênção estar junto de pessoas que partilham seu tempo para ajudar.


A tarde é sempre produtiva, uma ajuda a outra e estamos sempre aprendendo, um ponto, uma receita nova, tirando dúvidas...


E assim vamos fortalecendo laços de amizade, união e compartilhando alegrias, às vezes tristezas que são da vida também.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Torta Fria de Atum e tirando a poeira do blog...

Oi pessoal, será que consigo tirar a imensa poeira que se formou no meu blog ? Estava com saudade de passar por aqui, com saudade de visitar os cantinhos que tanto gosto... será que vou conseguir ? Torçam por mim !
Vou deixar uma receitinha que o povo daqui de casa  ama.


 Ingredientes:
2 Embalagens de Pão de forma sem casca
1 Lata de Atum ralado
1 Caixa de Creme de Leite
1 Vidro pequeno de Maionese
5 Colheres de Requeijão
1 Lata de molho de Tomate
1 Cenoura média
1 Cebola média
2 colheres de Azeite
Sal à gosto
Pimenta do Reino à gosto


Recheio:
Rale a Cenoura e a Cebola e junte ao Atum, misture e acrescente o Sal, Azeite, Pimenta do Reino, o molho de Tomate, Creme de Leite e o Requeijão. Misture até ficar homogênea.

Montagem:
Em uma forma média  passe ao fundo um pouco do recheio, forre o fundo com o Pão de Forma (sem a casca) e coloque por cima uma camada generosa do recheio.
Depois coloque mais uma camada de Pão de Forma e vai pressionando levemente e coloque mais uma camada generosa do recheio.
Para finalizar, coloque mais uma camada de Pão de Forma pressionando levemente e finalize com a maionese e enfeite como quiser.....
 Coloque na geladeira e sirva fria.